SCME e CHMT celebram protocolo para a realização de cirurgias na especialidade de Ortopedia

A Santa Casa da Misericórdia do Entroncamento assinou ontem, dia 2 de novembro, um protocolo com o Centro Hospitalar do Médio Tejo, que visa a realização de 80 cirurgias na especialidade de Ortopedia, com vista a redução das listas de espera existentes nesta especialidade. Na formalização do protocolo de cooperação estiveram presentes o Presidente do Conselho de Administração do CHMT, Casimiro Ramos, a Diretora Clínica da instituição, Ivone Caçador, o Provedor da Santa Casa do Entroncamento, Firmino Falcão, a Vice-Provedora, Suzana Angeiras, e o Diretor Clínico, Dr. João Belchior.

Através deste protocolo de cooperação, as cirurgias de 80 utentes do CHMT vão ser realizadas nas instalações do Hospital de São João Baptista, sem que os utentes abrangidos tenham quaisquer custos ou incómodos associados. A sua transferência para o Hospital São João Baptista, estará a cargo do CHMT, e a segurança dos procedimentos a realizar está, também, integralmente garantida: os utentes são acompanhados de um completo relatório clínico, que contém o seu diagnóstico, os diversos exames realizados, bem como todos os detalhes sobre o historial clínico (como comorbilidades, histórico de procedimentos anteriores, e medicação habitual, entre outros).

As cirurgias serão realizadas pelas equipas médicas e de enfermagem da SCME, que garantirá, igualmente, o acompanhamento pós-cirúrgico e internamento prestado aos utentes do CHMT nas instalações do Hospital de São João Baptista.

As 80 cirurgias agora contratualizadas com a SCME representam um quarto da lista de espera cirúrgica de Ortopedia, e vão permitir uma significativa redução dos tempos de espera.

Firmino Falcão, Provedor da SCME, afirma que “Sem dúvida que a Santa Casa não poderia ter melhor parceiro. Existe um objetivo comum que subjaz este protocolo, que é proporcionar uma  melhor saúde e mais célere aos pacientes e, neste âmbito, o Hospital São João Baptista e equipas que constituem esta casa vão ser uma mais-valia na consecução deste objetivo, quer pela sua elevada experiência e quer pela sua competência. Tirar proveito destas sinergias é fundamental para o bem-estar dos pacientes e benéfico também para os parceiros envolvidos. Acredito que será o início de uma parceria muito positiva.

“A cooperação estratégica entre o CHMT e a SCME é um exemplo articulação com a capacidade instalada do sector social, para aumentar o acesso dos utentes a cuidados de saúde”, conclui Casimiro Ramos, Presidente do Conselho de Administração do CHMT.

Posted in Sem categoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *